Arcanos do Tarot

Foto: 2017, Kruger – África do Sul

TAROT – um caminho para trilhar

Certa vez, há muito tempo…
Sair do ‘caminho’ me deixou sem rumo.
Precisei retornar…
No retorno, peguei a Estrada Real da Vida’,
o caminho que os Arcanos do Tarot colocam na frente de um buscador.
Caminhando por ele, minha vida ganhou rumo e eu me descobri
Passei por várias estradas e não perdi o rumo
Andei, apressei o passo ou corri.
Tudo dependia do trajeto.
Na verdade, dependia do momento.
Afinal… é preciso se adaptar.

Se adaptar é também lembrar
Lembrar como era,
como sonhava,
como sentia,
como acreditava
O tempo passa
e vamos descasando os elos,
nos perdemos das metas
e desfilamos em paralelas…
Mas paralelas não são passarelas!
As paralelas correm para a unidade,
são as partes caminhadas pelo Ser Inteiro.
Não dá pra desfilar…
É preciso andar com firmeza,
pé na estrada, caminhar
pelos caminhos ou descaminhos. Não importa!
Todos os caminhos levam ao centro do ser.

Se traçar desatinos.
não condene seus passos.
E daí?! Com eles também se aprende!
Aprende-se mais sobre si,
sobre a vida que se vivia e
a que gostaria de viver.
Aprende-se sobre as feras
que matam a besta da paixão.
Aprendemos sobre os nós,
os atos, os descasos,
sobre a indiferença,
a ignorância do ego
entre tantas coisas…

Andando por descaminhos
também se aprende!
Eles ensinam sobre o VAZIO.
(e o vazio também é necessário
para saber a verdade de si
)

Ainda falarei mais sobre os caminhos
através dos quais o Tarot nos desperta
para a Estrada Real da Vida.

Egito

Foto: Theo Craveiro

Viver ou reviver o Egito é sempre uma delícia,
uma pausa no cotidiano agitado e complicado.
O Egito nos faz lembrar que uma civilização
é construída com amor, verdade, lealdade
e coerência

O Egito sempre foi mais simples.